Wagner aposta em Haddad líder de pesquisa e diz que Bolsonaro tende a “desaparecer”

O ex-governador da Bahia e candidato ao Senado pelo PT, Jaques Wagner, afirma que Fernando Haddad, nome indicado por Lula para ser candidato à vice-presidência da República na chapa do PT, vai decolar nas próximas pesquisas de intenção de voto como possível presidenciável.

Em sua chegada, na manhã desta terça-feira (7), ao Encontro com Candidatos ao Governo da Bahia, no Hotel Mercure, no Rio Vermelho, o petista disse ainda que o candidato a presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, vai cair de desempenho no decorrer da campanha eleitoral.

“Mais adiante, quando começar o programa na televisão, eu acredito que o Haddad pode inclusive assumir a dianteira das pesquisas. Na minha opinião, a candidatura de Bolsonaro não tem substância. Com os debates, acho que ele tende a desaparecer”, disse o candidato a senador.

Em sua análise, o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, não tem conjuntura para se sair bem na disputa. “A candidatura de Alckmin, por mais que ele tente se afastar do PMDB, evidente que o PMDB tem uma candidatura, quando ele trouxe o conjunto de centro, não agregou coisa nova para sua apresentação. Vamos ver se ele consegue decolar. Mas as pesquisas estão dizendo que Haddad, rapidamente, vai chegar a segundo ou primeiro colocado”, contou.

Bocão News

Os comentários estão fechados.