TJ-BA suspende todos os pedidos de promoção a cargo de desembargador

 

 

 

O presidente em exercício do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Augusto de Lima Bispo, suspendeu todas as promoções ao cargo de desembargador em decorrência dos desdobramentos da Operação Faroeste na Casa. Em publicação feita nesta sexta-feira (29) no Diário de Justiça, fica decidido que regra vale até “ulterior deliberação”.

A promoção ao cargo de desembargador do TJ-BA acontece pelos critérios de merecimento e antiguidade. As eleições para a mesa diretora da Corte, que aconteceriam em 20 de novembro, também foram adiadas e remarcadas para 4 de dezembro.

A Operação Faroeste, deflagrada na última semana pela Polícia Federal, investiga um suposto esquema de venda de sentenças por membros do tribunal baiano. Até o momento, o Superior Tribunal de Justiça já decretou o afastamento de quatro desembargadores, dois juízes, além de prisões provisórias, entre elas a da ex-presidente do TJ-BA, desembargadora Maria do Socorro, que foram convertidas, nesta sexta, em preventivas.

Bocão News

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.