Suspeito de usar nome de Neymar para receber auxílio emergencial é alvo de busca e apreensão pela PF

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (27), um mandado de busca e apreensão em Fortaleza, Ceará, contra um suspeito de aplicar golpes com nomes de figuras públicas como o jogador Neymar, o empresário Luciano Hang e o ministro da Economia, Paulo Guedes, para receber o auxílio emergencial no valor de R$ 600.

De acordo com as investigações, em uma das ações o homem abriu duas contas utilizando os dados do jogador para, posteriormente, receber o benefício do governo. A PF apreendeu documentos e mídias nas residência do suspeito, que serão submetidos à perícia técnico-científica.

A investigação apurou também que o homem tentou aplicar golpe utilizando o nome do ministro da Economina, Paulo Guedes, e teria recebido o benefício de diversas pessoas que, supostamente, foram cadastradas por ele.

Caso as investigações sejam comprovadas, o investigado ou quaisquer outros partícipes das fraudes contatadas na investigação responderão pelos crimes de estelionato majorado, falsificação de documento público, uso de documento falso e organização criminosa.

Varela Noticias

Os comentários estão fechados.