STF julga no fim de junho se Moro foi parcial na condenação de Lula

 

 

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar no final deste mês de junho outro habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em que o petista acusa o ex-juiz federal Sérgio Moro de agir com parcialidade ao condená-lo no caso do triplex do Guarujá e depois assumir cargo no primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro (PSL). A informação é do Estadão. 

O julgamento ocorrerá depois de o site “The Intercept Brasil’ publicar o conteúdo vazado de supostas mensagens trocadas por Moro e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol. As conversas mostram Moro orientando as investigações da Lava Jato por meio de mensagens trocadas no aplicativo Telegram. 

Nesta terça (11) o STF inicia o julgamento do pedido de nulidade do processo que condenou o ex-presidente Lula. Segundo a coluna Poder, da Folha de São Paulo, o processo estava sendo analisado pelo plenário virtual do colegiado, mas, a pedido do ministro Gilmar Mendes, foi transferido para o plenário físico. 
 

Bocão News

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.