SHARE WhatsApp Pay deverá começar em breve, diz BC

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (16), o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, revelou que o WhatsApp, aplicativo de mensagens do Facebook, será autorizado para pagamentos “em breve” no Brasil. Segundo o executivo, a autoridade monetária também mantém entendimentos com a Google e outras big techs a esse respeito.

Quando questionado se a operacionalização do WhatsApp Pay ocorreria dentro do sistema de pagamentos instantâneos Pix, o presidente do BC afirmou que a entrada da empresa em pagamentos terá início na modalidade P2P, ou “peer to peer” (transferência de valores entre pessoas).

 

Fonte: Ueslei Marcelino/Reuters/Reprodução

 

Afirmando estar mantendo contatos com o CEO do WhatsApp que, segundo ele, disse que “o processo no Banco Central foi mais rápido do que em outros países”, Campos Neto explicou que, num segundo momento, a plataforma passará para o P2M (transferência entre pessoas e estabelecimentos).

Nesse momento, a preocupação do Banco Central é passar por todos os critérios de aprovação, para que o sistema possa fomentar uma competição, “do mesmo jeito que estamos conversando com Google e com outros”, afirmou ou economista. Segundo ele, existe uma vontade de estar no Brasil em função do mercado consumidor “bastante amplo”, com “oportunidade na digitalização”.

TecMundo

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.