Secretaria da Saúde de Cairu realiza capacitação sobre pré-natal de baixo risco

O Brasil, apresenta importante queda na mortalidade infantil e nos indicadores de óbitos neonatais, ampliação da cobertura do acompanhamento pré-natal, embora ainda enfrentamos grandes desafios na atenção materno-infantil. A Prefeitura de Cairu, através da secretaria da Saúde,buscando qualificar as ações da Rede Cegonha e o pré-natal realizado pelas equipes de Saúde da Família (ESF) promoveu ,durante cinco encontros no meses de junho e julho, o curso “Qualificação para o Caderno 32 – Pré-Natal de Baixo Risco”. A capacitação foi voltada para os enfermeiros que atuam nas Unidades de Saúde do município, tendo como facilitadores a equipe técnica da Atenção Básica, Vigilância em Saúde e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). 

O pré-natal é um exame realizado em gestantes com o objetivo de garantir a integridade das condições de saúde da mulher e do bebê. Para detectar precocemente possíveis doenças, é recomendável que as futuras mamães façam o procedimento assim que tiverem a gravidez confirmada ou antes de completarem três meses de gestação.O atendimento no pré-natal é a fase mais importante para o sucesso da gravidez e é necessário que toda a equipe de enfermagem esteja pronta para melhor atender as mulheres nesse período.

Uma abordagem de metodologia ativa foi utilizada na capacitação, tendo em vista que o objetivo foi envolver todos os profissionais na construção coletiva do conhecimento, compartilhando os saberes e as vivências das múltiplas realidades do território e da equipe profissional. A expectativa da qualificação é contribuir para a melhoria da qualidade da assistência ao pré-natal, dos indicadores de morbimortalidade materno-infantil,bem como contribuir para a melhor organização do serviço e dos processos de trabalho das equipes de saúde.Como resultado das dinâmicas de integração foi construída uma “Colcha de Retalhos” representando a soma de sentimentos vivenciados no processo de aprendizagem durante todos os encontros.
ASCOM
Os comentários estão fechados.