“Rui os fez retirar o principal candidato deles da disputa”

 

O presidente estadual do PT baiano, Everaldo Anunciação, disse desacreditar em uma virada eleitoral na última semana de campanha das eleições 2018. O governador e candidato à reeleição, Rui Costa (PT), é líder isolado em todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até agora. Ontem, em entrevista à Tribuna, o postulante do DEM, José Ronaldo, disse acreditar em uma virada eleitoral na Bahia. “Nas últimas eleições as pesquisas erraram muito. Aliás, a Bahia tem sido campeã de erros. Nunca fui de comentar pesquisas, nem quando eu estava na frente e nem quando estava atrás, como estou hoje. Ao longo da minha vida, em todas as campanhas que disputei, quase sempre estava na frente. Duas eu fui atrás. Então, acho que é deixar o povo decidir. As informações que tenho de pesquisa é que 48% do povo ainda não sabe o povo de governador”, disse José Ronaldo.

“Acho que a pesquisa reflete um momento e o resultado das eleições obviamente nós teremos após a apuração no dia 7. Mas o que referencia o mundo da política é o que está acontecendo no dia a dia, nas caravanas da política, nos comentários. É uma frente muito grande do governador Rui Costa, que inclusive fez eles retirarem o principal candidato deles da disputa”, disse, fazendo referência ao prefeito ACM Neto. Para Everaldo, vários indícios apontam para que o novo comandante do Palácio de Ondina seja anunciado já no dia 7 de outubro, eliminando qualquer possibilidade de segundo turno em território baiano. “Não podemos cantar vitória antecipada, mas a tendência é de uma eleição vencida em primeiro turno na Bahia”, afirma o petista.

Ele também comentou os ataques de Ronaldo a respeito dos problemas de segurança, saúde e desemprego. “Ele compara a gestão dele com a do prefeito ACM Neto. Salvador tem um dos piores índices de atenção básica do Brasil. Inaugurou um único hospital no segundo mandato, com debilidade no seu financiamento. A questão da segurança é um problema nacional e a diferença dele conosco é que a gente acha que a questão da violência tem que ser resolvida com políticas sociais. Ele se associa a Bolsonaro e acha que tudo tem que ser resolvido na bala”. Everaldo também completa: “Ele (Ronaldo) tem que saber que o coordenador da campanha de Alckmin é ACM Neto, que tem se comparado ao comportamento da turma de Bolsonaro no ódio”.

Tribuna da Bahia

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.