Município de Cairu sanciona lei para modernização no tratamento de lixo

Ações sustentáveis e encerramento dos lixões estão previstos através de parceria público-privada

 

O Arquipélago de Cairu, conhecido por suas belezas naturais, irá implantar mais uma ação para preservação ambiental. Na última segunda-feira, após aprovação da Câmara de Vereadores, o prefeito Fernando Brito sancionou a lei nº 585/2019, que trata da destinação de materiais descartados no município. A iniciativa prevê diversas ações sustentáveis e atende às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos, incluindo o encerramento lixões da cidade. Através de concessão, mediante licitação, será implantada uma parceria público-privada (PPP) para a execução.

Segundo Brito, a nova legislativa permitirá a modernização tanto do manejo quanto da destinação final dos resíduos. “A coleta, o transporte e a destinação final serão modernizadas, assim como será o tratamento de resíduos, garantindo assim o futuro sustentável das próximas gerações de cairuenses”, destacou o gestor.

Entre as ações da PPP, estão previstas a ampliação e modernização dos serviços de limpeza de vias públicas atreladas à coleta seletiva, já iniciada pelo município e que também será expandida; implantação de usinas de tratamentos de resíduos; modernização das ações pelas cooperativas de catadores; retirada dos rejeitos do arquipélago; coibição do descarte irregular nas vias públicas; fomento à Educação Ambiental, além da realização de campanhas educativas sobre reciclagem e consumo consciente, com resultados na diminuição do volume de lixo.

 
 

LK COMUNICAÇÃO

Os comentários estão fechados.