Morro de São Paulo e Boipeba devem ter ocupação alta no feriado de finados

Segundo Secretaria Municipal de Turismo de Cairu, expectativa é de 100% de ocupação em Morro e de 80% em Boipeba
Um dos destinos mais procurados da Bahia, o Arquipélago de Tinharé, no município de Cairu – Baixo Sul da Bahia, deve ter um grande fluxo de turistas no feriado prolongado de finados, no próximo dia 2 de novembro. Os destaque são para os destinos de Morro de São Paulo, com expectativa de 100% de ocupação, e Boipeba, que deve ter 80% de ocupação, segundo a Secretaria Municipal de Turismo.

 

Morro de São Paulo é uma opção de agito e, neste feriado, conta com shows de artistas como Wesley Safadão e Durval Lellys para impulsionar a procura. A festa acontece na terceira praia e conta ainda com Rafa e Pipo Marques, Lincoln e Duas Medidas e Seu Maxixe entre as atrações. Já Boipeba é opção para quem procura essencialmente contato com a natureza, paz e tranquilidade.

 

Como chegar em Morro de São Paulo

Existem várias opções de chegar em Morro de São Paulo com saída de Salvador. De carro, a melhor opção é utilizar o sistema ferry-boat “Salvador – Bom Despacho”, na Ilha de Itaparica, de onde é possível seguir pela rodovia BA-001, passando por Nazaré das Farinhas, até a cidade de Valença, por 105 km. Em Valença, existem barcos e lanchas rápidas que saem a cada uma hora. O trajeto pode durar de 30min a 1h30 mim.

 

Outra opção é seguir de Salvador direto para Morro, por via marítima. Em frente ao Mercado Modelo, saem vários catamarãs, oferecido pelas empresas Biotur, Farol do Morro e Ilha Bela. A viagem é feita beirando a costa e dura em média 2h30. A ida custa R$ 96,60 e a volta de Morro para Salvador custa R$ 95,26. Existe ainda a possibilidade de fazer o trajeto semi terrestre, ou seja, metade por mar, metade por terra. A viagem dura 2h30, com três baldeações. Esta é a melhor opção. A operação é feita pela empresa Cassi Turismo (www.cassiturismo.com.br).

 

Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago

Ao chegar em Morro de São Paulo o turista precisa pagar uma tarifa única, no valor de R$ 15,00. Os recursos são utilizados para melhoria dos serviços turísticos e preservação do patrimônio do Arquipélago de Tinharé. A Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago (TUPA) tem o objetivo de assegurar a manutenção, restauração e preservação do patrimônio histórico, cultural, ambiental e estrutural do arquipélago, bem como as condições ambientais e ecológicas da Área de Proteção Ambiental (APA) Tinharé.

 

O pagamento da tarifa deverá ser feito logo ao acessar a ilha em posto na entrada principal de Morro. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou no cartão de débito. Estarão isentos da cobrança as crianças menores de 5 anos e pessoas maiores de 60 anos. Terão direito à meia entrada, estudantes, pessoas com necessidades especiais e pessoas cadastrados em programas sociais de baixa renda, desde que comprovem tais condições.

 

Como chegar em Boipeba

Para chegar em Boipeba não é muito fácil, mas as dificuldades de acesso deixam o destino ainda mais charmoso. Quem viaja de carro ou ônibus, pode ir via Baía de Todos os Santos com o Ferry-boat até Bom Despacho. A partir daí, segue até Valença. Se o viajante optar, pode fazer o caminho via BR 324, e depois BR 101. A viagem, por terra dura aproximadamente 3 horas. Chegando a Valença ele pode deixar o carro e pegar um barco ou lancha rápida para Boipeba. Outra opção é seguir  até a comunidade de Graciosa, a 10km, e à partir daí, deixa o carro e segue de barco ou lancha rápida.

 

 

 

 

 

LK COMUNICAÇÃO

Os comentários estão fechados.