Ministério da Saúde diz que plano para possível segunda onda é distribuir cloroquina

 

 

Em resposta ao pedido de informação solicitado pelo deputado Ivan Valente (PSOL) sobre as ações que serão adotadas no país em uma possível segunda onda da Covid-19, o Ministério da Saúde afirmou que seu plano é continuar fornecendo aos Estados, Distrito Federal e municípios de cloroquina, hidroxicloroquina e o oseltamivir.

O Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, por sua vez, informou que não cabe ao órgão se imiscuir e determinar medidas de amenização ou enfrentamento de uma segunda onda da doença.

De acordo com o comitê, essa é uma competência dos entes federativos. Além disso, citou a decisão do Supremo que deu autonomia para que Estados e municípios tomem decisões no combate à covid-19. As informações são da Coluna do Estadão.

 

 

 

 

Varela Noticias

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.