Ilhéus: MP investiga maternidade onde mulheres foram colocadas no chão após partos

[Ilhéus: MP investiga maternidade onde mulheres foram colocadas no chão após partos]

 

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) investiga as circunstâncias em que mulheres que tinham acabado de ter filhos foram colocadas deitadas em tatames estendidos no chão na Maternidade Santa Helena, que funciona dentro do Hospital São José, no município de Ilhéus, no sul da Bahia. O órgão espera retorno da unidade de saúde para saber quais medidas devem ser adotadas.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra as mães deitadas, uma ao lado da outra, em áreas incomuns da maternidade para parturientes, e cobertas por lençóis. O procedimento investigatório foi aberto na segunda-feira (19) e não há prazo para ser concluído. O prazo de resposta ao ofício é de 10 dias.

Ao G1, a coordenadora administrativa do Hospital São José, Naide Silveira, disse que o caso ocorreu na madrugada de quinta (15) para sexta-feira (16). Na ocasião, segundo ela, houve superlotação, e os 42 leitos da maternidade ficaram ocupados. Por causa disso, algumas mulheres foram colocadas em uma sala sobre tatames usados para parto humanizado. A unidade informou ainda que é a única maternidade da cidade e que realiza, em média, 330 partos por mês. 

Bocão News
 

Os comentários estão fechados.