Igreja da Ascensão do Senhor é tombada como Patrimônio Cultural de Salvador

 

 

A Igreja da Ascensão do Senhor, localizada no CAB, foi tombada ontem (17) como Patrimônio Cultural de Salvador pela Fundação Gregório de Mattos, órgão da prefeitura. O reconhecimento foi publicado no Diário Oficial do Município.

Segundo a prefeitura, o processo de tombamento foi aberto em 24 de julho de 2017 através de um abaixo-assinado feito pelas entidades responsáveis, com base na Lei de Preservação do Patrimônio Cultural do Município (8.550/2014). Diante de diversos motivos elencados no ofício de formalização do pedido de tombamento, foi levado em consideração o fato de que a Igreja da Ascensão do Senhor reserva aspectos arquitetônicos singulares, resguardando valores históricos relevantes para o Movimento Moderno, além de valor artístico e paisagístico significativo.

Inaugurada no dia 7 de março de 1975, a igreja foi projetada pelo arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé. O edifício tem em sua composição uma nave composta por 12 peças estruturais de concreto armado, constituídas por fundações, pilares, capiteis e lajes de cobertura denominadas como “pétalas” por Lelé. Além disso, há o batistério, Capela do Santíssimo e residência dos padres. O painel que delimita o santuário da nave é de autoria de Athos Bulcão.

O Padre Manoel de Oliveira Filho, pároco da Igreja, fará uma homenagem ao reconhecimento nas missas do domingo. Para acompanhar presencialmente, é preciso agendar pelo site do templo.

Metro1

Os comentários estão fechados.