Hospital de Campanha Arena Fonte Nova será desativado até a próxima semana

 

O secretário estadual de Saúde Fábio Vilas-Boas disse nesta quarta-feira (14) que o Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova será desativado até a próxima semana. A informação foi confirmada em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole. “Estamos em fase de desmobilização e os últimos pacientes estão perto de receber alta. A partir daí, vamos devolver o equipamento para as partidas de futebol. Já desativamos o Riverside há um mês”, ressaltou.

Vilas-Boas alertou que o estado vive uma segunda onda em número de casos de contaminação pelo coronavírus. “No entanto, como temos uma desaceleração em número de pessoas internadas acaba abafando essa nova onda. Independente disso, os cuidados precisam ser redobrados”.

Em relação às eleições, a Sesab enviou nova nota técnica à Justiça Eleitoral recomendando que sejam adotadas medidas para impedir a realização de atos políticos que gerem aglomerações no interior do estado. Vilas-Boas classificou como “inadiável” a suspensão de comícios e carreatas. “Estamos muito preocupados. Secretários municipais pedem socorro em função das aglomerações no interior por causa da eleição. Na prática, as recomendações não têm sido seguidas e é difícil fiscalizar. É inadiável a suspensão e a proibição dos comícios e das caminhadas. Deixar a cargo do juiz ser acionado por pessoas da sociedade a gente vai ver leite derramado”, reforçou.

O secretário disse, ainda, que a taxa de ocupação de leitos pediátricos tem crescido na Bahia. “Estamos investigando se a ocupação de leitos pediátricos tem relação com a covid-19. Hoje a maior incidência é de pessoas jovens que vão a praia, paredões etc. As crianças começaram a apresentar doença grave que pode afetar vários órgãos. Quem está levando isso para elas são os irmãos, pais, tios, por meio de contatos em aglomerações. O povo baiano foi muito eficiente em combater o coronavírus, mas estamos em momento que precisamos de novo esforço”, ressaltou.

Bocão News

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.