Fabíola Mansur chama Nilo de ‘atrasado’ por ‘escândalo com beijo gay’

 

 

Deputada estadual e integrante do mesmo partido que o deputado federal Marcelo Nilo, Fabíola Mansur (PSB) lamentou a declaração do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) sobre o beijo entre duas mulheres. 

“Se escandalizar com forma de amor é um atraso. Será que ele parou no tempo? Muitas vezes o preconceito é até inconsciente. Tem coisas como essa que podem até gerar livros proibidos na bienal. Eu acho que um beijo não deveria escandalizar ninguém”, afirmou, ao Metro1. 

Ontem (9), em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, Nilo afirmou que “não era preconceituoso”, mas que não gostava de ver um beijo entre duas mulheres ou dois homens. A declaração aconteceu após um ouvinte questionar sobre a causa LGBT defendida pela cantora Daniela Mercury, casada com a jornalista Malu Verçosa. Na oportunidade, o deputado também avaliou que o seu comportamento não é preconceituoso. “Não é questão de preconceito, só não gosto de ver, você também não gosta de ver, você sendo hétero, mas respeito, cada um tem sua opção”.

Ex-colega de parlamento de Nilo, Fabíola disse ter ficado surpresa com a posição. “Ele sempre respeitou e apoiou iniciativas LGBTQ+. Acho que temos que reafirmar a importância de conviver com os diferentes. Lamento que ele tenha feito esse comentário”.

Metro1

Deixar uma Resposta

Não serão autorizados comentários com palavras de teor ofensivo, como xingamentos, palavrões e sobretudo ofensas pessoais.