Candidatos da majoritária já receberam R$ 16 milhões em campanha

 

Os candidatos das chapas majoritárias já gastaram mais de R$ 16 milhões para a  campanha ao Governo da Bahia em 2018. O governador Rui Costa (PT), por enquanto, segue na dianteira do levantamento com R$ 5.089.994,41. O segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, José Ronaldo (DEM), aparece com R$ 2.851.000,00. Já João Santana (MDB), que vinha chamando a atenção por receber uma fatia menor de fundo partidário que o postulante Lúcio Vieira Lima (MDB), que tenta a reeleição na Câmara dos deputados, agora aumentou o cofrinho: recebeu R$ 2.500.000,00 do partido. A ex-vice-prefeita de Salvador, Célia Sacramento (Rede), recebeu uma das maiores fatias da sigla de Marina Silva no Brasil: R$ 50.100,00. O socialista Marcos Mendes (PSOL) faz campanha com R$ 112.741,87 (desse valor, ele conseguiu R$1.276,00 de financiamento coletivo). O ex-prefeito de Salvador, João Henrique (PRTB), está fazendo uma campanha modesta, com R$1.500,00. Ele não recebeu nenhum recurso do partido e conta apenas com a doação de pessoas físicas. Por último, o candidato Orlando Andrade (PCO) é o que recebeu a menor fatia até agora: apenas R$600,00.

Na campanha ao Senado, apesar de aparecer em quarto lugar nas pesquisas, o deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB) é o que está investindo mais pesado na campanha: R$1.955.897,00. Em seguida aparece o presidente da Assembleia Legislativa, Ângelo Coronel (PSD), que já recebeu R$1.466.600,00. Já o líder isolado nas pesquisas à senatoria, Jaques Wagner (PT), recebeu R$1.128.154,38. O deputado federal Irmão Lázaro (PSC), cotado para a segunda cadeira na câmara alta, declarou R$1.328.402,20. 

O socialista Fábio Nogueira (PSOL) tem R$110.100,00 do fundo partidário para fazer a campanha. O sindicalista Marcos Maurício (PSDC) tem R$ 25.000,00. Celsinho Cotrim (PRTB) recebeu R$10.136,55 (a maior parte de financiamento coletivo). O Comandante Rangel (PSL) recebeu R$3.400,00 de doação de pessoas físicas. Adroaldo Santos (PCO), por sua vez também aparece na lanterninha e tem disponível o mesmo valor do candidato ao Governo pelo partido: R$600,00. Francisco José (Rede) e Jorge Vianna (MDB) ainda não declararam recursos. As informações estão disponíveis no site DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Tribuna da Bahia

Os comentários estão fechados.