Bebê tem cabeça arrancada durante parto no Pará, afirma família

 

 

Durante o parto, um bebê teve a sua cabeça arrancada, em Belém, no Pará. O caso ocorreu na sexta-feira (16) e a família registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) na delegacia que fica dentro do Hospital Santa Casa da Misericórdia.

Segundo a família,  profissionais teriam forçado um parto normal, após três horas de espera, mas a mãe tinha indicação do médico dela para fazer cesariana e evitar problemas de saúde no feto, porém, a instituição afirma que houve complicações. Os funcionários foram afastados e uma investigação foi aberta. 

A amiga da mãe, que estava no local, diz que os médicos sabiam que deveria fazer cesária, mas continuavam pedindo para a moça fazer força. O marido comentou que os profissionais estavam esperando para ver se tinha passagem. “Eles não deram ouvidos e ficaram mandando ela (sic) fazer força. Fizeram tanta força que a cabeça veio na mão da enfermeira e depois caiu no chão. Só operaram depois, para tirar o resto do corpo”, comentou o pai do bebê. 

A mulher, que já tem um filho de nove anos, está em estado de choque e continua internada na Santa Casa, mas não sabe ainda como perdeu o segundo filho. 

Em nota, a Santa Casa lamenta o ocorrido, mas afirma que a criança tinha deformações. “Por conta de ser prematuro, múltiplas deformações fetais e apresentar tecido amolecido, foram realizadas diversas manobras para a retirada do mesmo, ainda assim houveram (sic) complicações na extração fetal” se defendeu. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso.

Bocão News

Os comentários estão fechados.